EsportesFutebol

 

Campo Veterano 2017 – Neste domingo (18/06), tivemos a realização dos jogos finais da competição. Bons jogos colocaram a cereja no bolo deste campeonato, o melhor dos últimos tempos, tanto quantitativo, como tecnicamente e disciplinarmente.

 

Como foram os jogos:

 

Finais da Taça de Prata

 

Congresso (5)2×2(4) Carandiru – Bom jogo que coroou com êxito a Taça de Prata. Carandiru começou melhor, dominando o jogo, com bom toque de bola, mas o Congresso era mais agudo, mais objetivo, e com essa tática trazia perigo a zaga do Carandiru, mas a primeira etapa foi concluída sem gols. Na etapa final as equipes vieram decididas a não levar o jogo para os pênaltis e o Carandiru, melhor disposto taticamente, abriu o placar com Rafael de Paula. O gol trouxe um ânimo diferente ao jogo, pois o Congresso teve que sair do seu quadrado e com eficiência virou com gols dos Vinicius –Fidelis e Dantas. Atrás no placar, o Caranda, atual campeão da Prata, teve que avançar as peças e na adrenalina do jogo, teve o Gonzaga expulso e aí, quando todos pensaram que o jogo tinha ido para o Carandiru, Juliano apara um cruzamento da direita de cabeça, sozinho, sem marcação e empata o jogo no final, levando a decisão para os pênaltis. Nas penalidades, brilhou a estrela do goleiro Rodrigo do Congresso, que pegou a primeira cobrança do Carandiru e deixou a responsabilidade para seus colegas fazerem. Na sequência das cobranças ninguém mais perdeu e era só o que o Congresso precisava – Congresso campeão. “Sou time de ouro, se vim para a Prata, na prata tinha a obrigação de ganhar e ganhei” Jurema (Congresso).

 

Finais Taça de Ouro

 

Guaraense 2 x 1 Puma – Era o jogo mais esperado do campeonato, entre as duas melhores equipes da competição e vieram com todas as suas estrelas. Em um jogo estrelado, muito técnico e o Puma em sua primeira oportunidade criada pela sua estrela Cotô, abriu o placar. Guaraense atrás no jogo, time que gosta de manter a posse de bola,  passou a ariscar mais, com Fábio Lima jogando muito, conseguiu o seu gol do empate com sua estrela Kabila, em um gol muito bonito, pegando de chapa e colocando longe do alcance do Elegância. Jogo empatado, sem vantagem e com aquela final do ano passado na cabeça, Guaraense continuou pressionando, com o Puma mais defensivo que ofensivo e assim acabou o primeiro período desta grande final. No segundo período, o jogo continuou como estava e logo a estrela Cleber Lima, depois de uma boa jogada de todo o ataque do Guaraense, na cara do Elegância fuzilou virando o jogo. Atrás no placar caberia ao Puma, com suas estrelas, sair pro jogo, deixando o contra ataque para o Guaraense e num lance de contra ataque, puxado pelo Cleber Lima, Didi entrou muito forte no lance e levou o segundo amarelo, deixando o Puma, atrás no placar e com um a menos, com a missão de buscar o jogo. Quem viu o jogo anterior, viu que era possível e o Puma teve uma grande oportunidade, quando arriscou um chute da entrada da área, a bola bateu pelo lado de dentro da trave direita do goleiro Dudu, correu sobre a linha em direção a trave esquerda e saiu. Com esta chance perdida, nada mais aconteceu de objetivo, árbitro deu 5 minutos de acréscimo e no final o que aconteceu foi a galera do Guaraense gritando “acabou”, galera do Puma “ainda não” e assim o jogo foi concluído, com o Guaraense se vingando da final de 2016, recuperando o titulo de 2015, sendo o grande campeão, deixando o Puma agora como vice. “Independente de quem venceu, foi um grande campeonato. Parabéns a todos” Cledson (Guaraense). “Parabéns a todos os líderes pelo bom nível dos times, parabéns aos campeões” Serginho (Puma).

 

Ao final, vencidos e vencedores foram bebemorar na bonita festa de premiação e encerramento do grande campeonato que todos proporcionaram. Finais limpas, com todos se respeitando e ao final, o que é o mais importante, todos se cumprimentando, como deve ser a coisa.

 

Parabéns a todos os participantes em especial aos campeões – Congresso na Taça de Prata e Guaraense na Taça de ouro.

 

Premiação:

 

Taça de Prata:

 

Campeão – Congresso

 

Vice Campeão – Carandiru

 

Taça de Ouro

 

Campeão – Guaraense

 

Vice Campeão – Puma

 

Artilheiro – Fábio Lima (Guaraense)

 

Defesa Menos Vazada – Puma e Guaraense – média 0,8