EsportesFutebolNotícias

 

Master 2017 – No último sábado (25/11) tivemos a realização de quatro jogos, válidos pelas semifinais da competição. Desta feita o improvável não apareceu e deu a lógica. Pela Série “B” Trayras ‘B’ venceu o América e  Laranja venceu o Democratas. Pela série “A”, Trayras venceu o Juventus/Puma e o Fama fez o que precisava contra o Democrata e agora vamos às finais.  

 

Como foram os jogos:

 

Série “B”

 

Trayras “B” 2 x 0 América II – Trayras precisando ir pra cima, pois o empate era dos Americanos, fez o que tinha que fazer e de forma simples e eficiente, fez 1 x 0 na primeira etapa com o Eudes e 1 x 0 na segunda etapa com o Ramon e fechou assim. Apesar de que o America II  subiu muito de produção na segunda fase, time por time, o Trayras era superior, não vacilou e não só venceu e se classificou para as finais, como também subiu para a série “A” em 2018. “Não deu. Jogaram melhor” Bergh (América “B”). “Um jogo equilibrado até o fim do 2º tempo, quando o Trayras tomou conta do jogo fazendo e merecendo a vitória” Marcão (Trayras “B”).

 

Laranja 3 x 2 Democrata “B” – Jogo muito complicado. Laranja tinha a vantagem do empate e era o amplo favorito no jogo. Entrou tranquilo, achando que os gols viriam naturalmente, só que o Democratas, com 2 gols Djalminha abriu 2 x 0 na primeira etapa e levou a vitória parcial para o intervalo. Na volta, como o Laranja não tinha outra alternativa, foi pra cima e perdeu o Feio por ofensas à arbitragem. Com o Democratas vencendo por 2 x 0 e com um homem a mais, não haveria cristo que não afirmasse que o Laranja estava morto e pior, iria amargar mais uma temporada na série “B” em 2018, o que ameaçava até a sobrevivência da equipe. Aí do nada, Alessandro diminuiu e pronto, foi a faísca que precisava para o jogo pegar fogo. Muito mimimi daqui e de lá, por tentar enganar a arbitragem, Francisco Fábio foi expulso e aí era a senha que o Laranja precisava para entrar na conta e logo empatou com o Hiel. Jogo empatado, tudo mudou de figura e a vaga de perdida, foi achada no colo do Laranja. Democrata foi pro tudo ou nada, mas já de cabeça baixa pelo revés que permitiu, pois não levou, permitiu, levou o 3º no contra ataque do Wanderley Cardoso, não aquele cantor da Jovem Guarda, mas o jogador do Laranja e assim ficou o jogo. “Jogão de bola. O Democrata saiu na frente (2×0), mas o Laranja buscou a virada nos últimos 15 minutos do 2º tempo, com um jogador a menos. O nosso pivô Goiaba bagunçou com o jogo. Aqui é laranja pib” Alberto Facão (Laranja).

 

Série “A”

 

Trayras x Juventus/Puma – A parceria do Juventus/Puma entrou como a maior zebra das finais, pois buscou uma classificação improvável e achou que todo dia era dia santo, só que não. Desta feita o improvável não aconteceu, e o Trayras, que jogava pelo empate, não deu sopa para o azar e abriu o placar com o Leomar na primeira etapa indo com uma vantagem enorme para o intervalo. Na etapa final a parceria tentou, mas o Flavio e o João de Deus acabaram com as esperanças da galera do Espanha que saiu triste e feliz ao mesmo tempo. Triste pela derrota e feliz pela campanha que fez durante toda a competição, destituindo equipes que achavam que as semifinais eram de cartas marcadas, só que não. “Vitória boa para dar moral na final” Elegância (Trayras “B”). Só que sim.

 

Fama 0 x 0 Democrata – Outro grande jogo entre duas equipes tops. Os famosos jogavam pelo empate e o Democrata, de forma inteligente, jogou sabendo que se fosse pra cima iria levar, aí jogou fechadinho, esperando uma bola, que infelizmente não veio. Já os Famosos, não menos inteligente, ficou na sua, tipo, o empate é nosso e se os caras quiserem alguma coisa que venham pra cima e nesta estratégia de ambas, o jogo ficou no 0x0 que era o que o Fama precisava e depois de duas derrotas nas semis, em 2015 e 2016, será  que chegou a hora do Fama? Bem, pelo menos nas finais chegou e vamos ver o que rola. “Vitória da superação. Agora é encarar o favorito Trayras” Banha (Fama).

 

Finais:

 

Com data e hora marcada, no próximo dia 02 teremos as finais da competição e o bicho vai pegar, a cobra vai fumar e se correr o bicho pega, se ficar o bicho come, pois ninguém mais tem vantagem e agora é vencer ou vencer e se empatar é penalty.

 

Série “B”

 

Trayras “B” x Laranja – As equipes se enfrentaram duas vezes e no primeiro confronto, em jogo valendo, deu Laranja 4 x 2 e no segundo jogo, já com as equipes classificadas, fizeram aquele joguinho arrumado de 1×1. Como a redação não gosta de ficar em cima do muro e sempre aponta favoritos, não iria amarelar nesta hora e aponta o Laranja como favorito, por ter uma equipe mais jovem e agora sem pressão, deverá fazer um jogo mais do Laranja, já que o ano de 2018 foi salvo e a semi já é passado.

 

Série “A”

 

Fama x Trayras – Se na série “B” o Trayrinha não é favorito, na série “A” o Trayrão é o bicho papão e o favoritão do jogo. Apesar de que o Fama tem uma excelente equipe, em jogos passados, ambos valendo, Trayras venceu o primeiro na primeira fase por 1 x 0 e empatou na segunda por 1 x 1, logo está invicto contra o seu adversário, que vem com tudo para apagar as duas decepções de 2015 e 2016, em que foram os favoritos o ano todo e no final decepcionaram. Vamos ver se desta feita, sem ser favorito, aprontam.

 

Próximo sábado, imperdível – Finais da competição – do campeonato mais competitivo da categoria de 40 anos do DF, quem sabe do Brasil e o pior cego é o que não quer ver, tal a constelação de craques do passado que a disputam. Uma hora antes, ou seja, 8h00, o sapo já estará lá marcando o seu lugar para acompanhar, com certeza, duas grandes finais.