EsportesFutebolNotícias

Sintético 2018 – No último sábado (05/05) tivemos a realização dos jogos finais de uma das edições mais técnica da modalidade. Após jogos muito equilibrados e com a arena lotada, saíram os campeões.

Como foram os jogos:

Série “B”

Astória (5)1×1(4) Saideira – Apesar do favoritismo do Astória, as duas equipes fizeram um jogo de muito respeito, de dois tempos iguais. Na primeira etapa, o Astória, um pouco mais agudo, teve as melhores oportunidades, com uma situação de gol que se fosse filmado iria para o Inacreditável Futebol Clube e o jogo não saiu do zero. Na etapa final, nos últimos minutos, o Lucas Almeida abriu o placar a favor do Saideira e teve o jogo na sua mão, pois o Astória foi para o tudo ou nada para buscar o empate, deixando o Saideira com o contra ataque e foi uma oportunidade perdida atrás da outra, uma, mais inacreditável do que o lance do Astória na primeira etapa, quando o Thales trabalhou bem a bola e tocou para o seu companheiro, cujo com o gol aberto e já com o goleiro batido, chutou para a fora. Como aquele máxima do Murici Ramalho – depois de um gol perdido deste a bola pune, e puniu. Nos acréscimos, em tiro livre, o Marcelo empatou e foram para a decisão nas penalidades e quis o destino que, na última cobrança, quando as penalidades estava em 5 x 4 para o Astória, coube ao Thales, o craque do Saideira fazer a ultima cobrança para irem para as alternadas e o Caio, goleiro do Astória cresceu e brilhou na hora certa, buscando a bola no cantinho e levando o Astória ao título de campeão. “Fizemos uma bela partida e no final, as oportunidades perdidas fizeram a diferença e a bola puniu. Agradecemos a torcida e parabéns ao Astória” Rodrigo (Saideira). “Estamos ficando bons nisso (Taça de Prata). Acho que se ganharmos 3 taças de prata seguidas poderíamos ter uma vaga assegurada na semifinal da ouro” Nando (Astória).

Série “A”

Meia Boca 1 x 0 Camarões – As equipes estavam repetindo as últimas finais da categoria, vencida pelo Camarões. Era o jogo dos únicos invictos. Camarões, sempre confiante, começou o jogo tentando impor o seu jogo de toque de bola e acreditando que o seu artilheiro Cotô decidisse a qualquer momento, foi levando o jogo, mas o Meia Boca, preocupado com as ultimas decisões, marcava bem e tentava com jogadas rápidas abrir o placar. A primeira etapa acabou em branco, mas na segunda etapa, com o jogo fluindo bem, o Meia Boca em uma jogada bem trabalhada do seu meio à intermediária esquerda, tocou a bola a feição para o Thiago Leite que em um belo chute, meteu no ângulo e abriu o placar. Placar aberto, quando todos pensaram que o Camarões iria pro tudo ou nada, continuou fazendo o seu jogo em busca de seu pivô, cujo bem marcado, não conseguiu fazer a diferença como fez o campeonato inteiro e o jogo ficou assim, com o Meia Boca, finalmente, sagrando-se campeão após 3 tentativas. “Grande final, grande campeonato. Enfim vencemos uma. Parabéns ao Camarões pela grande final e parabéns a galera do Meia Boca pelo título invicto” Tourinho (Meia Boca).

Concluída a competição, gostaríamos de agradecer a todos os participantes que fizeram acontecer esta bela competição, tanto tecnicamente como disciplinarmente, em especial aos finalistas, que, procuraram somente jogar futebol e ao final, vencidos cumprimentaram vencedores, provando que acabou o jogo, ganhando ou perdendo, o que vale é a amizade e o respeito que todos possuem um pelo outro, até a próxima e vida que segue.