EsportesFutebolNotícias

Master 2018 – Neste sábado (20/10), tivemos a realização de oito jogos, válidos pela 14ª e última rodada da fase de classificação. Dois jogos foram decisivos para saber quem seguiria e quem daria o Feliz Natal e próspero ano novo, sendo um pela séria “A”, jogo entre Democrata x Laranja, que foi recheado de emoções, pois era o jogo que decidiria não só quem seguiria, mas também, quem se juntaria ao Fibrax para disputar a série “B” em 2019, jogo vencido pelo Democrata, que cresceu muito na reta final e outro pela série “B”, entre Bola/Puma x Original, em que o Bola/Puma, equipe que, a exemplo do Democrata, também cresceu na última curva e despachou o favorito Original, que decepciona e fica de fora dos jogos de mata mata.

Como foram os jogos:

Série “A”

América (3º) 3 x 2 Ah Muleke (6º)  – Um treino de luxo para estas duas equipes que já entraram em campo classificadas, só para o América decidir se seria 3º ou 4º e o Ah Muleke se seria 5º ou 6º, o que não mudaria em nada para estas duas grandes equipes, pois estavam jogando primeiro e nem para escolher adversários o jogo serviu. Mesmo assim fizeram um bom jogo, bem equilibrado. Kabila, aquele volante que quer ser artilheiro abriu o placar para o América, Ricardo empatou para os Mulekes e iguais foram para o intervalo. Na etapa final, Chris virou para os Mulekes, só que os Americanos reagiram e reviraram, com gols de Bruno e Flamarion. Quis o destino, que as duas equipes vão se enfrentar novamente nos jogos de pré-semifinais, agora valendo vaga nas semis, com a vantagem de empate do América e vamos ver que bicho vai dar. ”Time começou bem, depois teve um desequilíbrio, mas depois que colocamos a bola no chão e começamos a tocar mais, conseguimos a vitória” Augusto (América). “Fizemos um bom jogo, dormimos, perdemos a concentração em 5 minutos e tomamos 2 gols, e o resultado foi esse, derrota” Capita (Ah Muleke).

Bola Preta (1º) 5 x 0 Fibrax (10º)- Bola entrou em campo para garantir a primeira colocação e o Fibrax para dar graças a Deus que chegaram ao ultimo jogo, pois nunca, em toda a história do Fibrax, a equipe fez uma campanha tão desastrosa, com apenas um ponto em 14 jogos. Neste cenário de extremos, Bola não teve dificuldade alguma de fazer o que quisesse e o jogo foi bom para o Rodrigo Gualberto, que fez 3 gols e encostou na artilharia. Humberto fez os outros dois e assim ficou a partida, que ainda foi encerrada com 10 minutos antes do tempo regulamernar, por excesso de atletas contundidos do Fibrax. “Nosso time não veio completo, assim como o deles também não. Eles vieram com os mais veteranos e nem da para dizer como foi o jogo, pois nem teve muito jogo” Rodrigo Gualberto (Bola Preta).

Democrata (5º) 3 x 0 Laranja (7º) – Jogo que valia e valia muito, pois era o jogo que decidiria quem seguiria e quem cairia para a série “B” em 2019. As duas equipes fizeram uma primeira etapa de estudos, mas na etapa final, o Democrata sabendo que o empate era péssimo, foi pra cima e com gols de Silvio (2) e Anastassios, matou o jogo, rebaixou o Laranja e seguiu em frente. Democrata terá pela frente agora o Trayras, que o venceu recentemente por incríveis 5 x 1 e não se sabe se isso foi bom ou ruim, pois os Trayras vem mordidos, doidos para dar o troco. “Jogo sofrido, em que somente no intervalo soubemos que o empate era do Laranja. No segundo tempo fomos pra cima, conseguimos o resultado e parabéns ao Democrata pela bela partida e também ao Laranja” Luciano (Democrata).

Trayras (4º) 4 x 3 Fama (2º) – O Trayras vinha mal, tomando duas tacas nos dois últimos confrontos e quando todos achavam que estavam mortos, os caras ressuscitam, vencem um dos favoritos e gritam – aqui é Trayras. Em termos de classificação o jogo não valia nada, pois fosse quaisquer resultado, nada mudaria nem pra cima e nem pra baixo, a classificação das duas equipes, pois entraram já com tudo definido, mas, para o Trayras valia e valia muito, pois foi aquele jogo pra se afirmarem e pra manterem o respeito. Jogo foi intenso, onde o Trayras quis matar o jogo no primeiro tempo, quando chegou a abrir 3 x 0, com gols de Flávio, Givanildo e Ramom. Só que o Fama é uma equipe muito qualificada e não entregaria a paçoca nem em jogo amistoso e logo diminuiu com Vitor e Cleber Lima, indo as duas equipes para o intervalo com o jogo aberto. Na etapa complementar o Trayras aumentou com o Givanildo, parecendo que o jogo estava no bolso, mas o Cleber Lima de novo diminuiu para o Fama, deixando o jogo interessante, mas ficou assim. “Entramos desligados e desconcentrados achando que ganharíamos a qualquer momento, achando que seria um jogo tranquilo, um jogo fácil, mas acabou se complicando, e o Trayras teve mérito e acabou vencendo o jogo com justiça” Paulinho (Fama). “Jogo muito disputado, muito bom, nas tradições de Fama e Trayras. Time deles com maior domínio de jogo, mas viemos com a proposta de marcar bem e sair nos contra ataques e deu certo. Agora vamos pro mata mata” Valderir (Trayras).

Artilheiro Musical:

Rodrigo Gualberto (Zebrão) (Bola Preta) – Fez 3 gols na vitória de sua equipe (5×0 Fibrax). Pediu a música “Deixa a Vida me Levar” do Zeca Pagodinho e ofereceu para a família Bola Preta.

Destaques da Rodada:

Melhor Jogo: Democrata 3 x 0 Laranja

Equipe Destaque: Trayras

Seleção da Rodada:

Goleiro: Barão (América). Ala Direita: Luciano Frazão (Ah Muleke). Zagueiro: Alexandre (Democrata); Ala Esquerda: Valderir (Trayras). Meias: Kabila (América), Cleber Lima (Fama), Zebrão (Bola Preta). Atacantes: Givanildo (Trayras) e Silvio (Democrata).

Série “B”

Democrata “B” (6º) 2 x 2 América Heineken (3º) – Democrata “B” precisava vencer, pois um resultado negativo poderia o deixar fora das disputas de mata mata, o que seria um pecado, depois de tanto esforço para reagir no final. Heineken, já classificado e querendo buscar o G2, para ir direto para as semis, não queria nem saber os problemas do lado de lá e depois de fazerem um jogo de estudos na primeira etapa, quando ninguém mexeu no placar, teria que acontecer alguma coisa na etapa final e aconteceu. Democrata “B” propondo o jogo, pois era o time de maior precisão abriu o placar com o Aldo. Heineken, não querendo deixar barato, empatou com o Marcos Augusto. O artilheiro Joel, que anda meio na seca nesta competição desempatou para o Democrata no momento certo, mas veio o Breder e empatou, ficando um resultado nem de todo ruim para o Democrata, pois o empate o classificaria, mas ruim para o Heineken, pois lhe tirou a possibilidade do G2. “Tivemos algumas chances de fazer o placar no primeiro tempo, mas o juiz atrapalhou, sendo tendencioso, agora tentar a classificação para as semis e ir para a final. Vamos pro jogo” Alessandro (Heineken). “Foi um jogo duro, já que o Democrata teve mais chances de gol. Fomos prejudicados pela arbitragem, naquela bola na trave, pois o juiz não deu a falta claríssima, só eu e o goleiro, depois o time deu uma cansada, eles empataram, mas parabéns para o dois times” Roberto Soares (Democrata “B”).

Bola/Puma (5º) 2 x 0 Original (7º) – Jogo de mata mata, pois os dois entraram em campo brigando pela ultima vaga para os jogos de pré semifinal.  Com um gol em cada tempo, o primeiro do Antonio Marcos e o segundo do William Falcão, o Bola Puma surpreendeu a todos os sapos e venceu com autoridade, com uma boa arrancada nos últimos jogos, provando que tem plantel para brigar com quem vier, basta a galera comparecer, como compareceu neste jogo. Original foi a grande decepção desta série e se despediu melancolicamente, para uma equipe que entrou como favorita. “Foi só o Elpídio e o Pit Bull chegarem no banco do Bola/Puma que tudo se acertou e a classificação veio. Caiu Silvio” Pit Biull (Bola/Puma). “O time saiu bastante triste e por isso não tem como falar alguma coisa. Parabéns ao Bola” Emerson (Original).

Caiex (1º) 2 x 1 América Bar (2º) – Era o jogo das duas melhores equipes da série e brigavam pela liderança, já que ambas já estavam nas semis direto. Psicologicamente era um jogo importante e foram pro pau, fazendo um jogo aberto. Wellington Lopes abriu para o Caiex, Evaldo empatou para o América Bar, levando o jogo equilibrado para o fim do primeiro tempo. Na etapa final o Caiex levou a vitória com gol do Ricardinho, provando que é uma forte candidata para subir. “Jogo muito equilibrado, mas o Caiex soube aproveitar as oportunidades. Vitória merecida e o primeiro lugar mais merecido ainda” Irineu (Caiex). “Jogo muito equilibrado, as duas equipes um pouco desfalcadas e venceu quem soube aproveitar melhor as oportunidades. Agora bola pra frente e vamos a próxima fase” Adilson (Bar).

Sporting (4º) 4 x 2 América Express (8º) – Com os resultados dos jogos anteriores o bom time do Sporting, que estava com a corda no pescoço, entrou já classificado e fez um jogo tranquilo. Já o Express, queria se despedir com vitória e fez um bom jogo. Kojeca abriu para o Sporting e o Hugo empatou indo para o intervalo com esta igualdade. Na etapa final, Claudio desempatou para o Sporting, Macaco aumentou, Hugo novamente diminuiu, querendo complicar a vida do Sporting, mas o Eduardo Carvalho aumento e descomplicou tudo. “Sábado 3 da tarde, depois da feijoada, os dois times entraram cansados. Eles até jogaram bem, chegaram a empatar o jogo, mas, eles são mais velhos do que a gente e o que pesou mesmo foi o fôlego. Fizemos 4 x 2, poderia ser mais, mas está bom” Marcinho (Sporting). “O time foi bem, jogamos bem. Nos divertimos, levamos gols bestas, mas foi tudo muito divertido e ano que vem estaremos aqui novamente” Hugo (Express).

Destaques da Rodada:

Melhor Jogo: Democrata “B” 2 x 2 América Heineken

Equipe Destaque: Caiex

Seleção da Rodada:

Goleiro: Paulo Roberto (Original). Ala Direita: Kojeca (Sporting). Zagueiro: Antonio Marcos (Bola/Puma). Ala Esquerda: Gilson (América Express). Meias: Lander (América Heineken), Aldo (Democrata), Reginaldo (Bola/Puma) e Evaldo (América Bar). Atacante: Nonato (Caiex).

Concluída a fase de classificação, agora vamos para os jogos de mata mata para definir quem serão as equipes que farão as semifinais com Caiex e América Bar, primeiro e segundo colocados, que seguiram direto. Agora acabou a brincadeira e não tem mais essa de vamos nos recuperar no próximo jogo, pois vacilou, já era, não teremos o próximo jogo.

Mesmo discurso cabe a série “A”, série em que os grandes favoritos (Bola e Fama) estão sobrando na competição e esperam os caras se matarem para pegá-los descansadinhos e vamos ver o que vai dar.

Como ficaram os jogos de mata mata, valendo vaga para as semifinais:

Pré semifinais

TAÇA DE OURO

Campo

Data

Hora

Confrontos

1

27/out

10h15

AMÉRICA

 

AH MULEKE

1

27/out

11h30

TRAYRAS

 

DEMOCRATA

TAÇA DE PRATA

Campo

Data

Hora

Confrontos

2

27/out

10h15

AMÉRICA HEINEKEN

 

DEMOCRATA ‘B’

2

27/out

11h30

SPORTING

 

BOLA/PUMA

 

Tropa de elite osso duro de roer, pega um pega geral, também vai pegar você. Com esta música embalando a competição, vamos ver quem será a Tropa de Elite 2018.