EsportesFutebolNotícias

Futebol de Campo Master – Neste domingo (02/06), tivemos a realização dos jogos finais da competição. Dois bons jogos marcaram os confrontos finais, em que saíram vencedores América SPC na Taça de Prata e Congresso na Taça de Ouro.

Como foram os jogos:

Taça de Prata

América SPC 2 x 1 Caiex –Os dois finalistas honraram toda a Taça de Prata com um jogo bem movimentado. América SPC, melhor distribuído em campo, abriu o placar com o Anastassios, fechando com a vantagem mínima a primeira etapa. Na etapa final, Caiex veio pro jogo, mas o SPC continuava melhor, principalmente pelo seu lado direito onde todas as jogadas de perigo aconteciam e depois de um bombardeio na defesa do Caiex que só conseguia olhar o que estava acontecendo sem poder fazer nada, o Juliano ampliou. Com 2 x 0 no placar, parecia que o SPC deitava, mas o Caiex era valente, não desistia e pela sua valentia foi premiado com um gol de oportunismo do Vitor, deixando o jogo interessante. Tentando de todas as formas o empate, sempre com bolas aéreas, onde até o goleiro Bruno tentava um cabeceio salvador, mas o SPC segurou bem a onda no final e se sagrou campeão. “Fizemos uma boa partida, marcamos bem as principais jogadas do adversário e nos sagramos campeão” falou depois do jogo o Magrão, umas das lideranças da equipe, cantarolando a música do Só para Contrariar.

Taça de Ouro

Congresso (5)1×1(4) Guaraense – Se na final anterior os dois finalistas honraram todas as equipes que disputaram a Taça de Prata, na final da Ouro os finalistas honraram todas as equipes que participaram da competição. As duas melhores equipes do campeonato vieram, com méritos, decidir o titulo maior da categoria. Guaraense, atual campeão, começou melhor e encurralou o Congresso em seu campo, parecendo que venceria fácil. O jogo foi indo, o Congresso foi colocando os nervos no lugar, com uma defesa muito bem postada, foi neutralizando todas as jogadas do Guaraense, até que conseguiu  uma penalidade, convertida com muita categoria pelo Paulo Romero e assim concluíram a etapa inicial. Na etapa final, o jogo continuava como estava, Guaraense dominava, mas aquele domínio lateral, sem criar  oportunidades, pois o Congresso marcava bem de seu meio campo para trás e deixava o Guaraense rodar, mas que ficava só nisso. Depois da metade do tempo final, Guaraense sabendo que precisava sair mais, avançou as suas peças e ficou exposto ao contra ataque do Congresso, que era o jogo que queria e acabou desperdiçando duas chances incríveis, a primeira com o Francisco Ivo, que limpou a jogada várias vezes e depois de tudo limpo, com tudo para fazer o mais fácil, que era empurrar a bola pra dentro do gol, chutou para fora. Depois o the flash Daniel levou seu marcador na corrida, foi indo sozinho e podendo até avançar mais, já dentro da grande área fuzilou o goleirão Dudu, que salvou o Guaraense. Como aquela máxima de quem não faz, toma, no final do jogo o Maninho alça na área, a bola vai na cabeça do Bira, que encobriu o goleirão Adriano e empatou o jogo, levando a partida para os pênaltis. Nas penalidades mais emoção. Guaraense sai na frente com Cesar Paulo; Fabinho perde sua primeira cobrança pelo Congresso, com uma grande defesa do Dudu, parecendo que o Guaraense levaria o título alí. Só que tinha muitas penalidades ainda pela frente até que Bobrov desperdiça a 4ª cobrança, chutando na trave direita do Adriano, deixando tudo igual, com as equipes indo para as alternadas, pois ninguém desperdiçou as cobranças posteriores. Nas alternadas, coube ao craque Cleber Lima abrir pelo Guaraense, chutando a bola por cima a lá Bagio, ficando o Francielder com a missão de bater e ir pro abraço e foi isso que ele fez, levando o Congresso a gritar é campeão e como disse o Jurema, líder da equipe do Congresso após o jogo “Quebramos o sistema”, já que o Guaraense seria o grande favorito, provando, mais uma vez, que favoritismo não entra em campo e tão ganha jogo.

Ao final, todas as equipes foram para premiação, em clima de confraternização e integração, cumprindo todos os objetivos da competição.

Parabéns a todas as equipes que fizeram esta grande festa, representadas pelos finalistas, que fecharam com chave de ouro a competição, com bom futebol e muito fair play, como tem que ser a coisa.

A galera Master (40+) se dedica agora de forma integral ao Soçaite Master, competição que se iniciou no dia 25/05 e que movimentará a categoria até o final do ano.

Destaques Finais:

Taça de Prata:

Defesa menos vazada: América M10

Artilheiros: Jorge (Caiex) e Juliano (América SPC)

Taça de Ouro:

Defesa Menos Vazada: Guaraense

Artilheiro: Guty (10 gols).