EsportesFutebolNotícias

Supermaster 2019 – No último domingo (18/08), tivemos a realização dos jogos finais da competição e a emoção tomou conta da Arena. Dois jogos com muito adrenalina marcaram as finais 2019, pois final é final.

Como foram os jogos:

Série “B”

Bola Preta 2 x 0 Caiex – Bola era o franco favorito, pois sobrou na competição. Equipe com 119 gols marcados e apenas 11 sofridos, já entrou com este recorde da competição para amedrontar o adversário. Só que no jogo final, Caiex, uma das equipes que quando joga completa é muito difícil sofrer gols, pois tem uma defesa muito sólida, fez o seu papel de dificultar ao máximo o título do favorito e o Bola sofreu para abrir o placar. Depois de uma primeira etapa em que terminou em 0x0, com ambas as equipes jogando sem muita objetividade, na etapa final o Bola fez valer o seu favoritismo e com gols de Gringo, que depois de uma bonita girada em cima de seu marcador, fuzilou sem chances o Demantova abrindo o placar e Vicente, que marcou depois de uma cobrança de penalidade sofrida pelo Duilio, batida pelo Amorim, em que o Demantova pegou e no rebate, Vicente, de cabeça, simplesinho, ampliou e ficou assim. “Fizemos o que tínhamos que fazer e voltar para a série “A” que era o lugar do qual nunca havíamos saído era obrigação, o titulo uma consequência” Duilio (Bola). “Nos consideramos o campeão, pois o Bola estava na divisão errada” Wellington (Caiex).

Série “A”

Trayras 1 x 0 Raça/Fama – Jogo entre duas equipes parelhas e aqueles 11 pontos que o Trayras tinha de frente, se considerarmos os pontos corridos do campeonato foi apagado e a final era sem vantagem. Jogo de gigantes, que fizeram uma partida digna de final, honrando todas as equipes que brilhantemente fizeram a competição ser o que foi. Raça/Fama tinha mais posse de bola, tocava mais, mas não conseguia penetrar na boa defesa do Trayras, enquanto que o Trayras, mais nos contra ataques, tentava levar algum perigo, mas sempre era parado na também segura defesa do Raça e quando conseguiam levar alguma vantagem sobre os marcadores, os atacantes de ambas as equipes paravam na segurança dos goleiros Cledson pelo Raça/Fama e Elegância pelo Trayras e assim ficaram até que em um lance de sorte, na etapa final, Katioco tenta, a bola iria tranquila para o Cledson só que desvia no defensor do Trayras e gol do Trayras. Se o jogo já estava emocionante no 0x0 imagina com 1 x 0 para o Trayras, pois o Raça teve que sair e era tudo o que o Trayras queria e aí o jogo ficou com o Raça/Fama cercando e rodando a bola, sem conseguir penetrar ou finalizar e o Trayras criando um perigo atrás do outro nos contra ataques, pois o Raça se jogou para o ataque, deixando a sua defesa exposta, mas nada mais aconteceu em termos de gol e Trayras campeão, aliás, tri campeão. “Vice com gostinho amargo. Finais super disputada entre duas equipes maravilhosas e titulo decidido no detalhe” Cledson (Raça/Fama). “Jogo difícil, disputado, mas que prevaleceu a vontade e a disposição do time em ser campeão” Flavio Rabelo (Trayras).

Ao final todos foram bebemorar o grande campeonato na festa de confraternização e premiação e agora a categoria se dirige praticamente toda para o cinquentão, competição que se iniciou na mesma data das finais e quem ainda não completou 50, se dedica no Master, competição que já entrou em seu returno e vai até o final do ano.

Parabéns aos campeões e a todos os participantes e até 2020.