Cinquentão/Sessentão 2018 – Bons jogos e com muito equilíbrio marcaram a rodada

55

Cinquentão 2018 – No último domingo (04/11), tivemos a realização de sete jogos, sendo seis válidos pela 13ª rodada do cinquentão e um, pelo encerramento da fase de classificação do Sessentão. O equilíbrio dos jogos foi o ponto alto da rodada, não importando se era o primeiro contra o ultimo, todos os jogos foram pegados. No sessentão deu a lógica, apesar de todo o esforço do Egito, Austrália, a líder soberana não teve dificuldades de vencer o jogo e jogar o adversário para disputar a Prata. Já no cinquentão, a Suécia venceu um jogo apertado pra cima da Korea e recuperou a liderança, em função de que o atual líder, Nigéria, vacilou, perdendo para Senegal, situação que o derrubou para a 3ª posição, mas ainda dentro do G4. Rodada boa para a Alemanha, que vence novamente, atropela na reta final e entra de vez no G4.

Como foram os jogos:

Suécia (1º) 2 x 1 Korea (11º) – Depois de duas rodadas em que não foi bem, bastou esta vitória para a Suécia recuperar a liderança, beneficiada que foi pela derrota do líder. Korea, tem uma boa equipe, já passeou no G4, mas está ladeira abaixo na reta final. Com a derrota caiu mais uma posição e não tem mais chances de lutar para uma vaga na elite. Os gols da Suécia foram marcados pelo artilheiro Fabinho e o Demes descontou para a Korea. “Jogo bom, jogo bonito, na minha opinião nós dominamos o jogo, mas não convertemos em gol” Fábio (Korea). “Mais uma vez tá provado o quanto o campeonato é equilibrado. Não importa a classificação das equipes, sempre é jogo difícil e só conseguimos matar no finalzinho, em uma bola espirrada. Parabéns a todos e parabéns ao adversário” Sávio (Suécia).

Senegal (6º) 1 x 0 Nigéria (3º) – Senegal, equipe de altos e baixos, já figurou no G4 e vinha de 2 resultados adversos, que o fez cair para a 9ª posição e precisava se recuperar para continuar na briga até o fim. Sabendo que o adversário era o líder, fez um jogo de cautela e conseguiu vencer com um golaço do seu artilheiro Kojeka na etapa final e provar que a competição está muito equilibrada e vence aquela equipe que estiver mais concentrada no dia. Nigéria, a líder, teve a oportunidade de vencer e se garantir no G4 com 2 rodadas de antecedência, mas pra que, se a galera gosta de emoções. “O correto seria o empate. Levamos um gol de vacilo de marcação no final” Watanabe (Nigéria). “Jogo difícil, onde prevaleceu a união e o espírito guerreiro do Senegal. A tática de nosso time foi mortal” Celso (Senegal)..

Polônia (2º) 2 x 1 Portugal (10º) – Briga de cachorro grande. Portugal vinha em uma crescente, atropelando na reta final, mas deram uma escorregada na curva e com a derrota, caíram duas posições. Se vencessem continuavam na briga pelo G4, que é a elite da competição e agora com a derrota, ainda tem chances matemáticas, mas segundo o matemático Oswald de Souza, com 0,000001% de chances de buscar o G4, deve mesmo brigar na Taça de Prata. Já a Polônia, ao contrário, com a vitória subiu uma colocação, agora é o vice líder, mas faltando duas rodadas, não tem nada garantido ainda, pois a galera de trás vem babando. Cincinato na primeira etapa e Robson na segunda etapa abriram para a Polônia e o Luciano diminuiu para Portugal. “Juiz complicou, acabou o jogo quando eu iria fazer o terceiro gol, mas o importante é que conseguimos a vitória e falta mais uma vitória para garantirmos o G4” Marcinho (Polônia). “A gente só perde pra nós mesmos, a gente chega aqui, vai, vai, aí entrega a paçoca. Não tem quem aguente. Aí os caras fizeram dois a zero, se seguraram lá atrás, a gente tentou reagir, não deu, é isso aí, bola pra frente” Luciano (Portugal).

Argentina (5º) 1 x 1 Espanha (14º) – Era jogo para a Argentina vencer e se firmar de vez no G4. O adversário era ideal, pois a Espanha é o vice lanterna, mas na hora que a bola rolou, com as estatísticas do lado de fora, a Espanha abriu com o Dalmo, deixando o jogo nervoso. Argentina correu atrás e empatou com o Udenbergh, tudo na primeira etapa. Quando todos achavam que a Argentina iria virar na etapa final, a Espanha com um bom coletivo segurou bem a onda e ficou assim. Argentina caiu uma posição com o empate, mas tá na parada de sucesso, enquanto que a Espanha, continuou na vice lanterna, com chances de buscar uma Bronze e se jogar como jogou nesta partida, é forte candidata. “Acho que hoje a gente não fez um bom jogo, algumas peças não renderam o que esperávamos e acho que o empate foi o resultado mais justo. Vamos ver se a gente consegue a classificação sem sofrer” Ribamar (Argentina). “Jogo foi muito bom. Acertamos alguns lances, infelizmente tínhamos 3 jogos e se ganhássemos as 3 chegaríamos na prata, empatamos a primeira e agora teremos que vencer as duas restantes para chegar pelo menos na bronze” Gamarra (Espanha).

Costa Rica (7º) 3 x 1 Brasil (12º) – Jogo entre duas equipes equivalentes, até na tábua de classificação, pois era o 11º (Brasil) x 12º (Costa Rica). Ambas equipes precisavam vencer, para continuar na luta pelo G4 e decidir o título maior da categoria. Neste embalo, os brasileiros começaram melhor e abriram o placar com o Paulo Jairo e saíram vencedores na primeira etapa. Na etapa final, os Costa Riquenhos foram pra cima, alias, a Costa Rica gosta de sair atrás e viraram com gols de  Leonardo, Marcelo e Marcio. “Jogo equilibrado no primeiro tempo. No segundo a Costa Rica voltou melhor, empatou o jogo, em seguida o Brasil perdeu um pênalti e isso motivou a Costa Rica que se aproveitou do cansaço do adversário e virou o jogo” Leo Ventura (Costa Rica). “Jogo de dois tempos distintos. No 1º tempo dominamos o jogo e desperdiçamos muitas chances. No 2º tempo veio o cansaço pela falta de banco, eles tiveram maior domínio e mataram o jogo nos contra ataques” Irineu (Brasil)

Alemanha (4º) 3 x 1 Arábia (9º) – Alemanha vem atropelando na reta final, com muito gás, vence mais uma e entra de vez no G4. Alemanha, quem te viu e quem te vê. Começou muito mal, chegou a estar na vice lanterna, mas bastou o grupo se unir que a coisa fluiu e é um dos fortes candidatos ao título máximo da competição. Arábia está muito irregular, com a derrota cai duas posições, mas tá na briga para pelo menos disputar a Prata, mas se descuidar, pode até ficar de fora, pois a briga tanto na parte de cima como na parte de baixo da tabela está muito ferrenha e o negócio é vencer para deixar para fazer contas depois.  “Jogo duro, mais uma vez complicamos um jogo ganho, mas graças a Deus conseguimos a vitória” Roberto Cláudio (Alemanha). “Time não se achou, tomamos um gol bobo no segundo tempo, quando conseguimos entrar no jogo, mais uma vez nossas falhas prejudicaram o nosso time. É isso aí, bola pra frente” Marcio (Arábia).

Destaques da Rodada:

Melhor Jogo: Polônia 2 x 1 Portugal.

Equipe Destaque: Costa Rica

Seleção da Rodada:

Goleiro: Zé Luis (Senegal). Ala Direita: Adeilson (Nigéria). Zagueiro: Aldair (Suécia). Ala Esquerda: Mada (Argentina). Meias: Luciano (Portugal), Dalmo (Espanha), Leo (Costa Rica) e Claudio (Alemanha). Atacante: Fabinho (Suécia).

Próximos Jogos:

 

Décima Terceira Rodada

Data

Campo

Hora

Confrontos

07/nov

3

20h00

MEXICO

 

URUGUAI

 

Décima Quarta Rodada

Data

Campo

Hora

Confrontos

11/nov

3

8h30

ARGENTINA

 

ARABIA

11/nov

2

9h30

NIGÉRIA

 

POLONIA

11/nov

3

9H30

ESPANHA

 

SUÉCIA

11/nov

1

10h30

MEXICO

 

PORTUGAL

11/nov

2

10h30

BRASIL

 

ALEMANHA

11/nov

3

10H30

KOREA

 

SENEGAL

11/nov

1

11h30

ISLÂNDIA

 

URUGUAI

 

Sessentão:

Austrália (1º) 4 x 1 Egito (5º) – Para o Egito era vencer ou vencer para garantir a ultima vaga em disputa do G4, enquanto que para a Austrália era um jogo treino, pois já estava classificada para disputar a Taça de Ouro. Só que na hora que a bola rolou, parecia que era a Austrália que precisava vencer, pois entrou arrasadora e matou o jogo já na primeira etapa, com 3 gols do Augustinho, que estava iluminado. Na etapa final, Egito equilibrou, diminuiu com o Tolosa, tentando entrar no jogo, mas o Rogério Antônio aumentou, jogando não só um balde, mas uma piscina inteira de agua fria na cabeça do Egito, que com a derrota, vai disputar a Prata. “Começamos com toque de bola e envolvemos o adversário e fizemos 3 gols. Na etapa final, diminuímos o ritmo, fizemos só um gol e vencemos o jogo” Luizinho (Austrália). “Hoje tivemos uma participação não muito boa, acabamos perdendo o jogo, mas faz parte do esporte, perder ou ganhar e vamos pra próxima” Ivan (Egito).

Com o resultado deste jogo, foram definidas todas as posições e a semifinal da Taça de Ouro e as finais da Taça de Prata.

Pelas colocações, na primeira semifinal da Taça de Ouro, a Austrália pega a Colômbia e na segunda semifinal, a Rússia pega o Irã. Agora apaga tudo, pois os jogos deverão ser eletrizantes. Evidente que nos confrontos, Austrália e Rússia saem como favoritos, pela vantagem do empate pelo melhor desempenho durante todo o campeonato, mas tanto Colômbia e tanto Irã, possuem time para aprontar pra cima dos favoritos. Vamos acompanhar e ver que bicho vai dar. Por enquanto a zebra está presa no curral, mas pode se soltar, pois ela anda muito arisca.

Artilheiro Musical

Augustinho (Austrália) – Fez 3 gols na vitória de sua equipe (4×1 Egito). Pediu a música “Lama na Rua” do Zeca Pagodinho. https://www.youtube.com/watch?v=eqwzBZ-6yg4

Próximos Jogos:

Semifinais

Data

Hora

Campo

Confrontos

11/nov

8h30

2

AUSTRÁLIA

 

COLOMBIA

11/nov

9h30

1

RUSSIA

 

IRÃ

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia mais

Skip to content